-->

Modificando o seu rádio

Pois bem, você já montou seu rádio e agora quer avançar nas experiências... Por enquanto, vou colocar aqui algumas dicas que modificam o circuito original, mas que permitem que você use ou reaproveite os componentes desta montagem. Em TEORIA você verá que o circuito básico para o nosso rádio de galena será sempre como o diagrama abaixo:

Modificação 1

As modificações tendem normalmente a aumentar o volume e permitir uma melhor sintonia das estações. Dependendo da região onde você mora, algumas das modificações propostas podem ter uma utilidade maior ou menor. O diagrama abaixo provou ser ligeiramente melhor do que o original na região onde moro:


Note que o componente novo é o capacitor C1, de 360 uF (micro Farads). A função deste capacitor é ajudar a limitar a faixa de freqüência que queremos captar. A freqüência é uma função do valor deste capacitor e da bobina (indutância, medida em Henries, mas isto é lá na TEORIA). Como o valor da bobina é variável dependendo da posição do cursor (sintonizador) será ela a responsável pela freqüência que estaremos captando. Note também que agora não existe mais a conexão de uma extremidade da bobina à terra, assim,
podemos dizer que a função do cursor (sintonizador) é acrescentar mais voltas da bobina ao circuito.

Os valores dos capacitores usados, para efeito de experiência, não são críticos, experimente para C1 capacitores entre 200uF e 500uF, e para C2 valores entre .001uF e .003uF. Anote tudo!

Modificação 2
Pois bem, você e eu já sabemos que o ponto mais chato da montagem é o cursor! Como eu, você já deve ter tentado diversas alternativas mecânicas, mas como eliminá-lo?
No texto acima e em TEORIA você pode ver que a freqüência da estação de rádio que sintonizamos é função dos valores do capacitor C1 e da Bobina. Até aqui, estavamos mudando o valor de indutância da bobina através do cursor (sintonizador). Agora vamos mudar a capacitância através do uso de um capacitor variável.
Onde encontrar um capacitor variável? Muitas lojas de eletrônicos vendem, mas quase nunca o do tipo que precisamos. Ele se parece mais ou menos com o da figura ao lado. É o chamado "capacitor de ar" ou " condensador de ar". Ele possui várias chapas metálicas que se aproximam ou afastam umas das outras, variando o valor do capacitor. Precisamos de capacitores que variem entre 0 e 360pF (pico Farads) ou mais. O melhor lugar para encontrar este tipo de capacitores são rádios antigos. Como os conectores destes capacitores variam entre os vários tipos (normalmente, a carcaça metálica é um ponto de contato e os demais são as pequenas aletas tipo as que aparecem abaixo e à frente nesta foto) o ideal é que você monte o circuito abaixo usando as boas e velhas garras jacaré.


A Crystal Set Society comercializa capacitores variáveis ideais para este tipo de montagem, visite o site deles.

Existem muitas outras modificações que podem ser feitas ainda, e muito bom material a respeito (veja a BIBLIOGRAFIA),
mas infelizmente quase tudo em inglês.

Existem ainda maneiras de melhorar a sintonia de seu rádio.

Ou siga navegando pelos demais artigos da seção Rádio Gagá:



Design: Dobro Comunicação. Desenvolvimento: Brod Tecnologia. Powered by Drupal